O GRUPO “SINTERO SOMO NÓS” NÃO DAR PONTO SEM NÓ!


1-Infelizmente, no que diz respeito à prestação de contas oficial da “atual” [irônico, não?] gestão do SINTERO, somente alguém com muito dinheiro e poder político possa talvez conseguir, por algum artifício típico dos espiões da antiga KGB, os documentos dos arquivos desse sindicato que não vem a público. Talvez, se existisse alguém assim interessado em perder tempo com um sindicatozinho de professores chorões, pudesse subornar melhor que outros que talvez já venham, historicamente, subornando algumas pessoas de dentro dessa antiga direção para que pudéssemos ter acesso a eles. Mas, isso não passa de um devaneio pessoal meu.

2- Mesmo assim, bem que gostaria de ter o acesso que eles negam. Gostaria, por exemplo, de ver os tais documentos que, segundo Arnildo Lino - ex-tesoureiro da primeira gestão da Claudir disse-me em off que ela recolheu dos arquivos sob seus cuidados assim que ele rachou com a patota liderada por ela e da qual fez parte no início da última campanha eleitoral do SINTERO. Se algo assim um dia acontecesse, poderíamos enfim tomar maiores conhecimentos, diferentes dos que são fornecidos pela “prestação de contas oficial”.

3- Por enquanto, esse acesso jamais será permitido a alguém de fora do grupo. E ninguém que não seja da confiança desse pessoal jamais terá acesso caso um acidente aconteça e o grupo perca as próximas eleições. Haroldo, o Claudionor Germano de Rondônia, não diz toda a verdade quando exalta a transparência nas contas da direção da qual faz parte num comentário a uma notícia acerca da prestação de contas no jornal, o Observador do dia 20/05/2011. Desde que seu grupo tomou o poder no sindicato, as contas são públicas, porém, somente as que interessam de fato ao seu grupo, as contas que todos, os de fora, devem saber e se satisfazerem. Nesse assunto, é um otário quem acredita que o grupo dirigente pisa em falso! Que dá ponto sem nó. Em Rondônia, o que não falta é profissionais de alta qualidade que saibam maquiar prestações e contas para sindicalizado idiota crer.

4- Agora, tentem solicitar o acesso aos arquivos, aqueles que não públicos, para vocês verem se ele ou alguém mais do grupo dele deixam vir à luz. Se Haroldo Felix foi capaz de negar simples dados, solicitados por mim, referentes a queixas de filiados vítimas de assédio moral por parte de diretores de escolas para fins apenas de pesquisa acadêmicas, imaginem outras informações de maior peso!!!!

5- Desistam todos aqueles que deseje derrubar essa gigante diretoria que aí sempre esteve por esses caminhos já batido, especialmente em período eleitoral. Desistam, porque os caras tiveram muito tempo para formatar a cabeça de muitos filiados que agem e pensam como ovelhas não só nas assembléias sindicais, mas dentro do ambiente de trabalho. Que são crentes nesses caras acima de tudo! Que já não tem tanto saco para correr atrás dessas coisas, mesmo levando fumo. O alto clero desse grupo a qual Haroldo Felix faz parte são mestres no que faz e profissionais do sindicalismo. Não vacilam e nem deixam rastros absolutamente visíveis para serem apanhados com facilidade por qualquer adversário. Bastam lembrar-se do que fizeram com os deputados estaduais que ousaram.

PAPERBLOG




 
Valido a inscrição do meu blog ao serviço de Paperblog sob o pseudónimo peixoto1967

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CULTURA, INTERCULTURALIDADE E MULTICULTURALISMO: UM INVENTÁRIO DAS IGUALDADES E DIFERENÇAS TEÓRICAS NA EDUCAÇÃO

CABECINHAS ENVENENADAS!

CARTA ABERTA À ADVOGADA GERAL DA UNIÃO