EDSON MACIEL: Qualquer dia, amigo a gente vai se encontrar e aos 58 anos, tudo parece continuar funcionando. Feliz aniversário!


Em 22 de Junho de 2007, travei um curtíssimo, mas produtivo diálogo com um veio amigo velho: o professor e mestre Edson Maciel Junior. Um diálogo profundo, mas jamais esquecido, poucos dias após ele entrar na segunda idade. Ora, para homenagear sua passagem para a terceira idade, repriso o diálogo travado num passado bem recente que tirei do fundo do baú das minhas memórias pessoais. Tomara que ele se recorde com bom humor o curto diálogo mal criado travado entre eu e ele. Como diz a canção de Milton Nascimento, Fernando Brant: “Amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves. Dentro do coração. Assim falava a canção. Que na América ouvi. Mas quem cantava chorou ao ver seu amigo partir. E quem ficou no pensamento voou. Com seu canto que o outro lembrou. E quem voou, no pensamento ficou

Com a lembrança que o outro cantou. Amigo é coisa pra se guardar. No lado esquerdo do peito. Mesmo que o tempo e a distância diga não. Mesmo esquecendo a canção. E o que importa é ouvir. A voz que vem do coração. Pois seja o que vier. Venha o que vier. Qualquer dia, amigo. Eu volto, pra te encontrar. Qualquer dia, amigo a gente vai se encontrar ” Eis o diálogo que ele travou comigo só por causa da pílula azul untada com óleo santo vindo de israel.:
 
PEIXOTO — Quantos anos fizestes mesmo em veio? Esqueci! Cinquentinha?
 
Edson Maciel Jr: — 53
 
PEIXOTO: — Consegues fazer funcionar o Matusalém? Ou ainda utilizas o comprimido azul a base de orações apostólicas?
 
Edson Maciel Jr: — Ele funciona sim e eu só não meto do seu cu; nesse teu rabo grandão porque não gosto de puto velho - ahahahahahahahahahahaha - prefiro rolinhas. Gozo muito meu irmão e tenho minhas técnicas de prazer, estás pensando o quê, seu puto veio!!!!!!!!!!!!!!! Ahahahahahahaha

PEIXOTO: — Dê notícias!
 
Edson Maciel Jr:— Estou trabalhando um projeto na prefeitura de Cariacica - muito interessante. Um Grande abraço!

Amigo é pra essas coisas...: para comer e orar; para a-cu-dir-outro; para se brincar, tirar sarro. Enfim prestigiar, mesmo na gozação alguém tão arretado como tu meu amigo. Você, querendo ou não faz parte da história da minha vida. Tivemos a oportunidade de curtirmos nossa amizade quando você se fantasiava de “pastel” em Rondônia, quando realizarvá-mos a comunhão em sua casa, na hora dos almoços dominicais e, principalmente, quando você demonstrava se importar com este ser insignificante que vos escreve. Um dos gestos mais marcantes foi quando você foi me procurar desesperado para saber se eu estava doente, acamado, quando eu era solteiro, tinha perdido a namorada Jimena e morava num pequenino apartamento na Avenida Calama.

EDSON, MEU BABOLARIXAR ESPIRITUAL:

Você é o cara!

Você e um amigo!

Melhor que tudo isso: é meu amigo e irmão!

Que o deus dos cristãos, mulçumanos, hinduístas, xintoístas possam fazê-lo viver em paz e prosperidade!

Feliz entrada na terceira idade!
E que tudo ainda funcione bem em você!
Moisés, o Peixoto.





PAPERBLOG



Valido a inscrição do meu blog ao serviço de Paperblog sob o pseudónimo peixoto1967




Postagens mais visitadas deste blog

CULTURA, INTERCULTURALIDADE E MULTICULTURALISMO: UM INVENTÁRIO DAS IGUALDADES E DIFERENÇAS TEÓRICAS NA EDUCAÇÃO

DEPOIS DO VENDAVAL

CABECINHAS ENVENENADAS!