O sorriso do lagarto: DIREÇÃO TAMPÃO DA EEEFM PRISCILA RODRIGUES CHAGAS FOI PRETERIDA PELA REN

A pedagogia política mafiosa não gera o que se espera!

1. Às 16 horas da tarde de hoje, ocorreu na EEEFM Priscila Rodrigues Chagas no bairro Cidade Alta em Rolim de Moura, interior de Rondônia uma reunião com todos os funcionários com “a presença do PESSOAL da SEDUC” como por aqui costumam se referir a Representação de Ensino, a notável pelo blog do governador Confúcio Moura, “REN”.

2. O aviso foi feito na semana passada, mas sem informar publicamente do que se tratava. Não havia pauta como tem sido o costume! A reunião começou no horário previsto. Depois da fala de uma das assessoras do senhor Representante de Ensino local, o próprio se encarregou de terminar de amaciar os ouvintes e, enfim, PRETERIR a escolha que foi feita pelos os que, efetivamente, trabalham na escola. O nome do prof. Alzemiro não foi aceito então. Não faltaram sofismas sutis nas falas super educadas e doces do ilustre representante para justificar a vontade que se supõe serem da própria REN. Entre eles o da demora da burocracia para portariar o escolhido por se encontrar de licença prêmio.

3. Depois então, como a personagem Odorico Paraguaçu da novela O Bem Amado costumava dizer, dos “entretantos e finalmentes”, o chefe da REN anunciou o nome da professora Maria de Lourdes do ensino fundamental da própria escola, como a escolhida d’ELE para ser a diretora até que a gestão “democrática” do Governador Confúcio Moura, finalmente chegue. Alguém, aparentemente como que estivesse ensaiado antes, puxou alguns aplausos de uma parte do apático público ali presente para a então nomeada professora. Para um determinado interesse em jogo, a referida NOMEAÇÃO foi uma solução de baixo impacto, mas para um interesse mais específico ainda a nomeação soou como vitória política. Fruto saboroso como de um ardil do tinhoso.

4. Convém lembrar o que foi dito no texto do dia 17: que a escolha foi uma concessão da REN. A maior prova disso foi o que aconteceu na reunião de hoje, que nem sequer foi registrado em ATA. Como o cargo continua sendo de confiança, ele é fruto de uma nomeação vinda de cima, da “divindade”, não de meros mortais num processo democrático. Logo, fazendo uso das palavras de Jó do Antigo testamento judaico-cristão [Jó 1:21]: “O Senhor o deu, O Senhor o tomou. " O professor Alzemiro dançou!

5 Com um enorme sorriso; o sorriso de um enorme lagarto no rosto, um professor, que calado durante toda a reunião do dia 17 ficou, super feliz afirmou: “eu não te disse, que ele não seria o diretor!?” É, parece que seu Malignant fraudem, de certo modo funcionou. Mas, não totalmente. Será que foi catimbó mal feito? Politicagem de baixo nível? Pois, de certo modo, trocaram-se seis por meia dúzia. Tirou-se o rival, para “ponhar” a tiete dele em seu lugar. Não vou julgar a colega recém-nomeada. Não é ela a questão, mas a forma confusa, ordinária, hipócrita e maléfica de se tomar decisão e de se fazer política pensando apenas nas próprias ambições. Que os colegas, alunos e a comunidade que se danem: o que vale é a minha “razão”!

PAPERBLOG


Valido a inscrição do meu blog ao serviço de Paperblog sob o pseudónimo peixoto1967






Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CULTURA, INTERCULTURALIDADE E MULTICULTURALISMO: UM INVENTÁRIO DAS IGUALDADES E DIFERENÇAS TEÓRICAS NA EDUCAÇÃO

DEPOIS DO VENDAVAL

CABECINHAS ENVENENADAS!