CONTRA OS MENTIROSOS: O VOTO NULO!


Será que os políticos de Rondônia, incluindo aí a direção do SINTERO, sem exceção, merecem o respeito dos servidores públicos que foram iludidos por eles? Será que esses servidores irão sofrer sem revidar? A começar pela direção do SINTERO, sindicato dos trabalhadores em educação de Rondônia: será que permitiremos que eles continuem a rir de nós; de nossa desgraça? Será que devemos respeitar um presidente do sindicato que recebe sua licença prêmio em dinheiro junto com sua patota primeiro que os sindicalizados que dizem representar? E ainda tem a cara de pau e diz, publicamente, que o governo estava tentando comprá-lo? Que moral e autoridade têm esse sujeito ainda? Pior de tudo, é a palhaçada da procissão para Brasília que ele promoveu. Quanta maldade, quanta manipulação do outro! Quanta sujeira!
Seboso ainda é o silêncio dos demais políticos a começar pelo senador lobisomem que é presidente nacional do PMDB. Todos sabiam! E o restante que desejam ainda governar a capital e demais município do Estado? Expedito Junior que disputou com a Fátima Cleide a paternidade do projeto da Transposição: quanta falta de vergonha! E a omissão do Deputado Pe. Tom? Indesculpável. E os outros que ficaram comendo pela beirada, tirando uma casquinha dessa farsa? São todos uns mentirosos!
Como reagir os mentirosos? Votando nulo! Promovendo o voto nulo pra todos! Votar nulo quantas vezes for chamado para votar, para vermos no que vai dar. É seguirmos o exemplo das personagens de José Saramago no seu livro: ”Um ensaio sobre a Lucidez”. Precisamos ridicularizá-los, debochar deles e pegar pesado com todos, sem exceção. Temos que lidar com todos partindo da premissa que são pilantras e querem no ferrar. Querem ganhar muito dinheiro com a política, o quanto puderem pegar: dinheiro público é claro!
Prestem bem atenção: não defendo o não voto. Defendo que vá votar sim, porém, nulo. Não votem em ninguém! Votar nulo pode de imediato não surtir o efeito desejado, porque muitos ainda cultivam a ingênua idéia de que votar em alguém, em alguém de Rondônia que é o nosso caso, nos fará bem e a sociedade onde vivemos. Mas, se persistimos em assim agir em todas as eleições, se trabalharmos contra o sistema eleitoral vigente e seus defensores, poderemos vislumbrar um horizonte melhor do que temos hoje. Esse deve ser nosso ideal: fazer desaparecer o atual sistema eleitoral. E isso só começará a acontecer quando o sistema vigente for negado pela maioria da população através do voto nulo. Isso acontecendo em grande escala, forçará uma mudança. Mas, enquanto dermos legitimidade ao sistema eleitoral em vigor, ele continuará existindo como está. Só os eleitores podem fazer isso, não os políticos. Só as vítimas podem revidar contra os agressores. Agressores não fazem política para quem vota nele, mas para quem serve a eles, por isso mentem, mentem, vendem sua alma para satanás, vendem até a mãe se for preciso, fodem sem dó com os próprios companheiros de categoria profissional: tudo para manterem as coisas como elas sempre estiveram.
Enfim, contra os políticos que estão aí; contra esses mentirosos, só uma solução: votar, mas contra eles e o sistema, votar nulo sem perdão!
©DesProf.Peixoto
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CULTURA, INTERCULTURALIDADE E MULTICULTURALISMO: UM INVENTÁRIO DAS IGUALDADES E DIFERENÇAS TEÓRICAS NA EDUCAÇÃO

CARTA ABERTA À ADVOGADA GERAL DA UNIÃO