A volta da Claudir do SINTERO para fazer o que sempre fez...

Um dia isso acaba....

1*Claudir Mata, após ser derrotada nas urnas, na sua campanha para Deputada Estadual retorna à presidência do eterno grupo que conduz: o SINTERO. O sindicato dos trabalhadores em educação. Novidade? Nenhuma como sempre. Ela e seus fieis escudeiros – parte da trupe - [Fernando, João Duarte, Manuelzinho e etc...] vieram para a cidade de Rolim de Moura, Rondônia, para a sede local, falar do que poderiam ter falado via internet, no site do sindicato. Ô mania desgraçada de querer aparecer a qualquer custo! Para que gastar tanto dinheiro num site que não informa? Mas, sabe como é: isto existe para isso mesmo não é? Como sou teimoso em esperar alguma surpreza....Mas, o que seria de mim sem esta esperança?

2*Depois do blah, blah, blah ritual dos informes de praxe, foram direto ao que lhes interessavam: fazer os séquitos locais “elegerem” alguns delegados para fazerem companhia à turma que vai passear pelo congresso nacional do CNTE. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação que se realizará no período de 13 a 16 de janeiro de 2011, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. Será seu 31º Congresso Nacional e terá como tema: “O PNE na Visão dos Trabalhadores em Educação”.

3*Os tais “delegados”, durante quatro dias, serão alguns dos minúsculos gatos pingados perambulando entre 2500 trabalhadores em educação indicados por 41 entidades filiadas à CNTE de 26 Estados, 14 municípios e o Distrito Federal que estarão reunidos para debater temas que estejam na pauta nacional da educação pública e para eleger a nova direção da CNTE.

4*Segundo informa o site da CNTE só podem participar do evento com direito a voto somente os trabalhadores em educação, filiados aos sindicatos, eleitos como delegados escolhidos em instância deliberativa do sindicato local. A quantidade de delegados é determinada de acordo com o número de sócios da entidade, garantindo o mínimo um delegado por entidade. Os suplentes são eleitos simultaneamente aos delegados e terão direito apenas a voz. A inscrição de suplentes é restrita ao limite de 20% dos delegados eleitos.

5*Até aqui: beleza! Todavia: não podemos deixar de registrar a costumeira forma como o grupo conduzido pela Claudir fazer “a coisa”. Ela e os babacas que, além de acreditem nela, se deixam guiar mansamente por ela juram que exerceram a democracia em toda sua plenitude. A reunião foi um espetáculo da “tradicional” “democracia sinteriana”. A maioria que lá estavam juram que estavam sabendo o que faziam e que estavam previamente bem informados e preparados para ali participarem e que exercerem com sabedoria sua “vontade” neste evento. A escolha dos “melhores” para acompanharem o resto da turma que vai passear no congresso da CNTE.

6*Pois é: não houve surpresa alguma. A reunião foi realizada do jeito como sempre foi: seguiu o velho script de sempre. Foi realizada para produzir o que sempre se produz: ilusões, cortina de fumaça e distrações. Por isso, nesta assembléia como nas outras não haviam representantes de todas as regionais, não houve aviso de sua realização em tempo adequado, não houve divulgação em massa esclarecendo a sua agenda e a sua importância. A programação do evento da CNTE não foi previamente informada, nem explicada. Seu regimento de funcionamento pior ainda. A categoria não foi instada a se envolver, a conhecer o funcionamento o seu funcionamento e o que poderia por lá fazer. Os delegados vão ao evento só para fazer número, turismo e votar no que a direção do sindicato local mandar. Nenhuma articulação foi construída a não ser para fazer esta “assembléia” do jeito como sempre a Claudir e sua trupe fizeram.

7* Até quando meu deus????

1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CULTURA, INTERCULTURALIDADE E MULTICULTURALISMO: UM INVENTÁRIO DAS IGUALDADES E DIFERENÇAS TEÓRICAS NA EDUCAÇÃO

DISCURSO DE COLAÇÃO DE GRAU DA TURMA DE PEDAGOGIA 2007 UNITINS FAEL PELO ORADOR E ACADÊMICO ROMY NOGUEIRA

O OUTONO DO PATRIARCA CHEGA AO FIM: FIDEL CASTRO ESTÁ MORTO.