Devoção patológica. Por Ӧsvaldo Luis Ribeiro

Devoção patológica

Por Ӧsvaldo Luis Ribeiro


Você percebe que a pessoa é doente, que a fé lhe cai como uma patologia, que sua mente é apenas escuridão e treva, quando você insiste em que ela pode continuar sua brincadeira de Jesus, mas que pare de falar mal de outros religiosos, de gays, e ela espuma, baba, estrila, fica cataléptica, porque, para ela, a fé é essa latrina e buraco de escoar merda... Para essa criatura perdida, só é legal brincar de Jesus se for para chamar outros religiosos de perdidos e gays de danados... Se ela tivesse nascido há cem anos, chamaria pretos de filhos de Cão, porque tudo que não presta é o que está no ventre dessa fiel... Por que raios não dá pra brincar de Jesus sem ferir pessoas?

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CULTURA, INTERCULTURALIDADE E MULTICULTURALISMO: UM INVENTÁRIO DAS IGUALDADES E DIFERENÇAS TEÓRICAS NA EDUCAÇÃO

O OUTONO DO PATRIARCA CHEGA AO FIM: FIDEL CASTRO ESTÁ MORTO.

DEPOIS DO VENDAVAL